Biblioteca para criança

Lembro-me com saudades do tempo que era professora de Educação Infantil no Brasil, no qual tinha uma rotina semanal e a frequência a biblioteca. Levava meus alunos para ouvirem uma história contada pela bibliotecária e, em seguida, tinham disponíveis uma série de livros para folhearem, anteciparem títulos ou trechos; para em seguida escolherem um para levarem para casa.

Todos muito felizes, abraçavam o livro, levavam para casa e nesse meio tempo, entre uma visita e outra aprendiam uma série de atitudes e inúmeros procedimentos do leitor.

Toda criança tem um acervo de livros de literatura infantil em casa, no qual ganham, escolhem e compram com os pais. Sabe-se que muito mais que a quantidade e variedade dos livros o importante é o uso que se faz. 

Para a criança pequena é importante que ouça mais de uma vez a mesma história, que possa antecipar e prever acontecimentos. Mas sabemos também que desejam conhecer outras e muitas vezes pedem novos livros.

Além do conhecimento que acabam tendo no Kindergarten (Jardim da Infância), tem a possibilidade de conhecerem e associarem-se a uma Biblioteca. E foi isso que fizemos na semana passada. Fomos todos para a Biblioteca central da cidade. 

Sabendo que criança não paga, lá estava o Felipe assinando e recebendo a sua primeira carteirinha. Todo orgulhoso, sem saber como proceder, mostramos para ele o funcionamento da biblioteca, a organização dos livros e os inúmeros materiais disponíveis.

Dirigiu-se para a sessão dos DVDs e logo de cara escolheu dois filmes infantis, em seguida foi para a sala dos livros e escolheu alguns também. Foram alguns títulos escolhidos por ele e outros por nós.

A princípio, sem critério algum para a escolha dos livros, apenas o interesse pela ilustração da capa. Escolheu livros aleatoriamente, aproximando-se de acordo com as preferências e conhecimentos do dia a dia.

Atualmente, sabendo que pode ficar com os livros durante 4 semanas, Felipe feliz da vida está na fase de curtir os livros e DVDs emprestados da biblioteca. E pensam que cada dia é uma diferente... que nada! Está curtindo a repetição da mesma história.

Um investimento e incentivo que fazemos nos dois idiomas, já que a mamãe possui um acervo maior de livros infantis em português. E comprar, comprar, comprar não tem necessidade se podemos também criar o hábito desde já com nossos pequenos: para conhecer o espaço da biblioteca, aprender sobre os procedimentos envolvidos, escolher, cuidar do livro, enfim; divertir-se com o universo literário infantil.




10

10 comentários:

Nivea Sorensen disse...

Eu sempre adorei bibliotecas. Levo o pequeno toda semana e espero que ele adote o hábito.
Um beijo

Dani disse...

Que delícia, Celi! Vcs estão certíssimos!
O hábito se cria de pequeno, não tem dúvida.

Quando eu era pequena (mais velha que o Felipe, cerca de 8 anos) eu ia à biblioteca da minha escola por incentivo dos professores - meus pais nunca incentivaram a questão da leitura qdo eu era criança, mais quando adolescente - e ganhei um prêmio da escola pq ia lá todos os dias, sempre pegava livros e ia por iniciativa própria, muitas vezes. Não me esquecerei jamais do livro que ganhei e da felicidade que fiquei em ganhá-lo apenas pq frequentava a biblioteca....

É de criança que se aprende.

Beijos!

Sofia disse...

Nós também vamos frequentemente na biblioteca.
O Leo adora :) A biblioteca que frequento tem uma zona para crianças tão fofa a acolhedora que acabamos sempre por ficar mais tempo do que esperavamos :)

beijinho

Sandra Hellen Kautto disse...

Eu sempre fui apaixonada por bibliotecas! Lembro que ainda criança passava horas perdida nos livros. Aqui em casa criei um cantinho de leitura para o Elias, tá certo que ele spo quer saber de derrubar os livros, mas uma hora ele toma gosto!! rs rs.

Beijos

Livia, mãe da Carol disse...

Celi, vc acredita que o passeio de inverno preferido da carol é biblioteca? Rs! Aqui nos EUA é comum biblioteca infantil. Assim que chegamos aqui fizemos a carteirinha de uma na cidade próxima a nossa e Carol ia semanalmente escolher um livro para lermos na hora de dormir. Verdade que o interesse dela atualmente é muito maior. A escola tem muita responsabilidade nisso. Uma vez por semana eles vão a biblioteca da escola escolher um livro e devolvem na outra semana. A escola ensina o valor que as crianças devem dar a leitura e como cuidar bem do livro. Uma coisa legal que acontece por aqui e acredito que aí também, é que vc pode pegar um livro numa biblioteca e devolver em outra, pq todas as bibliotecas do condado são conectadas! A 'grande' biblioteca da nossa cidade é uma delícia, com direito até a jardim de inverno! Bjs!

Ana Gaspar disse...

oi Celi!
criañça tem que aprender desde cedo mesmo o "gosto pela leitura".
Ivan sempre gostou de comprar livrinhos pra Valentina, tudo bem que as vezes errou na mão, comprava livros de histórias em quadrinhos (Kelvin, já ouviu falar?), era mais pra ele do que pra ela... porém estou levando para dresden os livrinhos do Kelvin e os outros...
Fiquei até na dúvida se levav ou não os livros dela daqui, depois pensei bem e decidi a levar, pois lá serão todos em alemão, e queria ter alguns em portugues pra ela ter contato com os dois idiomas né!
O Ivan comprou uma coleção aí que achei muito joinha, é pra ensinar crianças a prender o alemão...depois te mostro...
beijosss

Ana Gaspar disse...

amor. fiz um post dos livrinhos... olha lá de novo...
tenho SKYPE sim: ana_gaspar1
vou adicionar o seu SYPE... mas aqui no Brasil sempre fico amarelinho, pois o PC é do meu pai, então nem sempre estou online...
e pode acostumar comigo sempre aqui, pois adoro seus posts, seus meninos... enfim gostei muito de você.
Beijao

Recanto das Mamães Blogueiras disse...

Que delícia ir na biblioteca pública!!
Nada com uma biblioteca, né?
Eita coisa boa fazer isso com os filhos!
Parabéns, mamãe! Educar: você está fazendo isso certo!
Um abraço da Equipe Recanto.

Mariana disse...

Muito legal, tenho saudades do tempo que eu ia na biblioteca escolher livros...e tinha tempo de le-los, risos. Lia 60 livros ao ano, acredite se quiser!!!!!!!

Georgia disse...

Essas bibliotecas por aqui fazem muito sucesso. Meus filhos sao uns ratinhos de biblioteca...

Cheguei aqui com a dica da Ana...

Abracos